/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Meloni visita Tunísia com foco em migração e economia

Meloni visita Tunísia com foco em migração e economia

Premiê garantiu que Itália tenta facilitar acordo com FMI

ROMA, 06 junho 2023, 11:03

Redação ANSA

ANSACheck

Meloni durante seu encontro com o presidente tunisiano, Kais Saied - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - A primeira-ministra da Itália, Giorgia Meloni, visitou nesta terça-feira (6) a Tunísia e se reuniu com o presidente do país africano, Kais Saied.

A chefe de governo italiana garantiu que Roma está trabalhando para facilitar um acordo entre Túnis e o Fundo Monetário Internacional (FMI) para auxiliar a Tunísia a enfrentar sua grave crise financeira.

"Falei ao presidente sobre os esforços que um país amigo como a Itália está fazendo, respeitando plenamente a soberania da Tunísia, para tentar chegar a uma conclusão positiva para o acordo entre a Tunísia e o FMI, que será fundamental para o fortalecimento do país", disse Meloni após se encontrar com Saied.

A premiê também comentou que a Itália vem trabalhando como uma espécie de "porta-voz" de Túnis na União Europeia, com o objetivo de "aumentar o apoio na luta contra o tráfico de seres humanos e a migração ilegal".

Após prometer que regressará em breve à Tunísia, mas acompanhada da presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, Meloni mencionou que os dois países estão "historicamente ligados" e que "devem saber cooperar juntos".

"A estabilização do quadro político e de segurança e o crescimento da democracia são essenciais para a Tunísia, mas também para a Itália, principalmente para que possamos alcançar potenciais extraordinários do nosso ponto de vista", comentou a premiê.

A primeira-ministra ainda destacou que pretende acelerar a aprovação de um pacote de ajuda ao país africano na UE que gira em torno de US$ 1,9 bilhão.

Além de ajudas econômicas, o encontro bilateral entre Meloni e Saied também foi marcado por conversas sobre migração. A italiana relatou que o número de desembarques na nação europeia "diminuiu significativamente" em maio.

"Fizemos um excelente trabalho até agora junto com a Tunísia. Acreditamos que nosso esforço comum deve ser intensificado, fortalecendo a colaboração com as autoridades tunisianas em atividades de prevenção, especialmente na região de Sfax, de onde vem a maioria dos migrantes irregulares", concluiu.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use