/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Coreia do Norte dispara mísseis de cruzeiro no Mar Amarelo

Coreia do Norte dispara mísseis de cruzeiro no Mar Amarelo

Informação foi divulgada pelo Estado-Maior de Seul

SEUL, 02 fevereiro 2024, 08:32

Redação ANSA

ANSACheck

Sul-coreanos em Seul acompanham noticiário sobre disparo de mísseis pela Coreia do Norte © ANSA/EPA

(ANSA) - A Coreia do Norte disparou nesta sexta-feira (2) diversos mísseis de cruzeiro em direção ao Mar Amarelo, segundo informações divulgadas pelo Exército da Coreia do Sul.

De acordo com o Estado-Maior de Seul, foram detectados vários projéteis "não identificados" por volta de 11h (horário local), e as Forças Armadas estão "monitorando de perto eventuais sinais de novas atividades".

A imprensa estatal norte-coreana havia dito anteriormente que o líder Kim Jong-un inspecionara navios de guerra em um canteiro naval, enquanto o regime comunista acelera os "preparativos de guerra".

A ONU já aplicou sanções para tentar proibir - sem sucesso - Pyongyang de testar mísseis balísticos, mas não vetou mísseis de cruzeiro, que normalmente são impulsionados por motor a jato e voam em altitudes mais baixas.

Analistas apontaram nas últimas semanas que a Coreia do Norte estaria testando mísseis de cruzeiro para enviá-los à Rússia na guerra contra a Ucrânia.

No entanto, o novo exercício também acontece em meio à crescente tensão na Península Coreana, após Kim Jong-un ter declarado a Coreia do Sul como "principal inimiga" de seu país. (ANSA)

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use