/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Eleições europeias: Holanda tem 44% de comparecimento às urnas

Eleições europeias: Holanda tem 44% de comparecimento às urnas

Percentual preliminar superou 42% registrados em 2019

AMSTERDA, 06 de junho de 2024, 17:41

Redação ANSA

ANSACheck
Eleições europeias começaram pela Holanda - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Eleições europeias começaram pela Holanda - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

O comparecimento às urnas na Holanda para as eleições ao Parlamento Europeu foi de 44%.
    Os dados preliminares são de uma pesquisa Ipsos, com base em dados recolhidos meia hora antes do fechamento das urnas.
    Trata-se de um percentual superior ao das eleições de 2019, quando pouco menos de 42% dos eleitores votaram.
    A taxa de afluência mais alta foi registrada em 1979, primeiras eleições para o Parlamento Europeu, quando 58% dos cidadãos votaram.
    Após a Holanda, a votação para a legislatura da UE será realizada na Irlanda e na República Tcheca na sexta-feira (7).
    Já no sábado (8) será a vez dos eleitores da Itália, Malta, Eslováquia, República Tcheca e Letônia irem às urnas.
    O restante dos países do bloco, 20 Estados-membros, vão às urnas no domingo (9), com mais de dois terços do eleitorado da UE.
    "Fico sempre preocupada pela afluência. São eleições estranhas, porque alguns veem a UE como distante, e na verdade é muito mais importante do que parece. Veremos como será, não estou preocupada sobre o meu resultado, mas lamento se poucos italianos votarem", disse a premiê italiana, Giorgia Meloni.
   
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use