/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Cardeal Camillo Ruini é internado em Roma após dores no peito

Cardeal Camillo Ruini é internado em Roma após dores no peito

Religioso está 'alerta' e 'cooperativo', informou hospital

CIDADE DO VATICANO, 08 de julho de 2024, 14:41

Redação ANSA

ANSACheck
Camillo Ruini sofreu possivelmente um princípio de parada cardíaca - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Camillo Ruini sofreu possivelmente um princípio de parada cardíaca - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

O cardeal Camillo Ruini, de 93 anos, foi internado com urgência no hospital Policlínico Gemelli, em Roma, após ter sentido fortes dores no peito no último sábado (6).
    De acordo com a imprensa local, o religioso pode ter sofrido um princípio de parada cardíaca e foi levado diretamente aos cuidados intensivos do hospital romano.
    "O cardeal foi hospitalizado com urgência no Policlínico Gemelli devido a dores no peito. Considerando a idade avançada e o histórico médico, foi necessária a internação em terapia intensiva. O paciente está alerta e cooperativo e suas condições clínicas são atualmente estáveis. O monitoramento e as terapias continuam", informou a unidade.
    Nos últimos dias, Ruini deu uma longa entrevista ao Corriere della Sera revelando alguns antecedentes sobre a relação entre a Igreja Católica italiana e a política, visto que durante décadas desempenhou funções fundamentais no Vaticano.
    A última vez que teve problemas de saúde, pelo menos segundo notícias oficiais, foi em 2015, quando foi internado para realizar alguns exames.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Ou use