Combate à corrupção iniciou com Ratzinger, diz Papa

Declaração foi dada durante viagem de volta da África

Joseph Ratzinger foi eleito em 2005 para substituir João Paulo II
Joseph Ratzinger foi eleito em 2005 para substituir João Paulo II (foto: ANSA)
20:35, 30 NovCIDADE DO VATICANO ZLR

(ANSA) - Em entrevista coletiva concedida durante sua viagem de retorno da África, o papa Francisco disse nesta segunda-feira (30) que a luta para livrar a Igreja Católica da corrupção começara com Bento XVI.

 

No avião papal, o Pontífice contou que, 13 dias antes da morte de João Paulo II, que sofria de mal de Parkinson, o então cardeal Joseph Ratzinger denunciou a "sujeira" existente na Santa Sé. "Nós o elegemos por essa liberdade de dizer as coisas. Desde aquele tempo, existe corrupção no Vaticano", afirmou Jorge Bergoglio.

 

As declarações foram dadas em meio a uma resposta sobre o processo "Vatileaks 2", que apura o vazamento de documentos sigilosos de órgãos financeiros da Igreja e sua utilização em livros escritos pelos jornalistas Gianluigi Nuzzi e Emiliano Fittipaldi, que estão entre os réus.

 

"Gostaria que o processo fosse concluído até 8 de dezembro por causa do Jubileu da Misericórdia, mas acho que não dá. Quero que todos os advogados tenham tempo de fazer a defesa. Mas a corrupção vem de longe", completou Francisco. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en