Vaticano espera que Trump reveja suas políticas

Igreja dos EUA deve fazer lobby para mudar medidas do presidente

Igreja dos EUA deve fazer lobby para mudar medidas do presidente Trump na questão imigratória e climática
Igreja dos EUA deve fazer lobby para mudar medidas do presidente Trump na questão imigratória e climática (foto: EPA)
13:17, 30 MarCIDADE DO VATICANO ZBF

(ANSA) - O cardeal Peter Turkson, disse que as políticas do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em relação à imigração e às mudanças climáticas são "preocupantes" e que o Vaticano "espera que sejam revisadas". "Há pessoas na sociedade americana que não estão de acordo.

Embora não podemos dizer que isso reflita na Igreja Católica, para nós é um sinal. E esperamos que, através de meios políticos, de parcerias lado a lado, o próprio Trump comece a repensar um pouco algumas de suas decisões", comentou Turkson, presidente do Pontifício dicastério para a Promoção do Desenvolvimento Humano Integral. "Pelo que eu entendo, existe [nos EUA] uma sensação de que Trump está cumprindo as promessas de campanha.

'Durante a campanha, prometi isso, isso e aquilo'. Mas espero que, entrando em seu escritório agora, o presidente possa perceber que existe um pouco de dissonância entre a realidade das coisas e as promessas de campanha", completou o cardeal. De acordo com Turkson, a Santa Sé espera que a Igreja Católica dos Estados Unidos seja capaz de fazer lobby para influenciar tais mudanças de posição de Trump.

A imigração e defesa do meio ambiente são as principais bandeiras do pontificado do papa Francisco. Frequentemente, o líder católico faz apelos para que os países sejam cada mais mais receptivos e promovam a integração dos imigrantes. Segundo ele, a crise migratória atual é o maior problema social já enfrentado desde a Segunda Guerra Mundial.

Além disso, Francisco dedicou uma encíclica inteira para o tema do meio ambiente. Em "Laudato Sí", o Papa criticou a forma de exploração da natureza para a geração de lucros e ganhos de capital, e pediu o fim do consumismo e da degradação ambiental.

Trump, por sua vez, fez várias promessas de campanha contra imigração e declarações desprezando acordos ambientais já firmados. Uma de suas primeiras ordens como presidente foi barrar a entrada de refugiados e ordenar a construção de um muro na fronteira com o México.

  Nesta semana, o magnata republicano também revogou quase todas as medidas adotadas por seu antecessor, Barack Obama, para evitar a emissão de gases poluentes. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA