Papa confirma datas de Sínodo dos Bispos sobre Amazônia

Reunião episcopal causa preocupação no governo Bolsonaro

Papa Francisco durante cúpula antipedofilia no Vaticano
Papa Francisco durante cúpula antipedofilia no Vaticano (foto: ANSA)
10:45, 25 FevCIDADE DO VATICANO ZLR

(ANSA) - O papa Francisco convocou nesta segunda-feira (25) o Sínodo dos Bispos para a Região Pan-Amazônica, que acontecerá entre os dias 6 e 27 de outubro de 2019, para discutir temas ligados à Amazônia.

O evento já havia sido anunciado em outubro do ano passado, durante a cerimônia de canonização de 30 mártires brasileiros, mas a convocação oficial saiu apenas nesta segunda.

"A Secretaria-Geral do Sínodo dos Bispos comunica que o Santo Padre Francisco convocou a Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a Região Pan-Amazônica, para refletir sobre o tema 'Amazônia: novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral'", diz um comunicado do Vaticano.

O Sínodo discutirá novos caminhos para a evangelização na floresta, a tutela de povos indígenas e formas de proteção do meio ambiente. Recentemente, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, reconheceu que o governo Bolsonaro está "preocupado" com o evento, afirmando que parte dos temas na pauta "afeta a soberania nacional".

A sustentabilidade ambiental é uma das bandeiras do pontificado de Francisco e tema de sua primeira encíclica, a "Louvado seja", que prega a criação de um novo modelo de desenvolvimento e a preservação dos recursos naturais. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA