Papa visitará campo de refugiados na Bulgária

Francisco visitará os Bálcãs entre 5 e 7 de maio

Papa Francisco durante audiência geral, no Vaticano
Papa Francisco durante audiência geral, no Vaticano (foto: ANSA)
14:13, 09 MarCIDADE DO VATICANO ZLR

(ANSA) - O papa Francisco presidirá uma cerimônia ecumênica pela paz e visitará um campo de refugiados durante sua viagem de três dias por Bulgária e Macedônia do Norte, entre 5 e 7 de maio de 2019.

O programa oficial da visita aos Bálcãs foi divulgado nesta semana pelo Vaticano e prevê que o líder da Igreja Católica desembarque em Sofia, capital búlgara, às 10h (horário local) do dia 5 de maio.

Na mesma data, ele terá encontros com o primeiro-ministro Boyko Borisov e o presidente Rumen Radev, além de compromissos com a sociedade civil, o corpo diplomático e autoridades religiosas.

No dia seguinte, Francisco visitará um campo de refugiados e seguirá de avião para Rakovski, onde celebrará uma missa de primeira comunhão na Igreja do Sagrado Coração e passará por um convento de freiras franciscanas. À noite, o Papa volta para Sofia para celebrar uma oração pela paz na presença de "expoentes das várias confissões religiosas da Bulgária".

Jorge Bergoglio embarca para a Skopje, capital da Macedônia do Norte, às 8h20, em uma viagem de cerca de uma hora. No país, ele se encontrará com o presidente Gjorge Ivanov e com o primeiro-ministro Zoran Zaev e visitará o memorial da Madre Teresa de Calcutá.

O programa oficial também prevê encontros com pobres, jovens e sacerdotes. Francisco retorna a Roma às 18h30 do dia 7 de maio.

Essa será a quarta visita oficial do Papa aos Bálcãs, após Albânia (2014), Bósnia e Herzegovina (2015) e Grécia (2016). (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA