Em telefonema, Papa e Merkel defendem ajuda aos países pobres

Chanceler convidou o Pontífice para visitá-la após a pandemia

Papa e Merkel tiveram reunião em maio de 2013
Papa e Merkel tiveram reunião em maio de 2013 (foto: Ansa)
15:28, 07 MaiBERLIM ZCC

(ANSA) - Em conversa por telefone nesta quinta-feira (7), o papa Francisco e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, defenderam o apoio aos países pobres durante a emergência do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

De acordo com o porta-voz do governo alemão, Steffen Seibert, os dois discutiram a situação política e humanitária global provocada pelas infecções da Covid-19.

Além disso, Merkel e o Pontífice ressaltaram "a importância da coesão e da solidariedade na Europa e no mundo", neste momento triste, em que 264.679 pessoas perderam a vida em todo planeta.

"Ambos se manifestaram em apoio aos países mais pobres em particular durante a pandemia", afirmou Seibert.

Segundo o comunicado, a chanceler também convidou Francisco para visitar a Alemanha quando for possível novamente. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA