Papa aceita renúncia de bispo-auxiliar que acobertou abusos

Monsenhor Joseph R. Binzer atuava em Cincinnati, nos EUA

Papa Francisco aceitou a renúncia do bispo-auxiliar Joseph Binzer
Papa Francisco aceitou a renúncia do bispo-auxiliar Joseph Binzer (foto: ANSA)
14:08, 07 MaiCIDADE DO VATICANO ZGT

(ANSA) - O papa Francisco aceitou a renúncia do bispo-auxiliar da arquidiocese de Cincinnati, nos Estados Unidos, monsenhor Joseph R. Binzer, nesta quinta-feira (07).

Binzer, 65 anos, foi acusado por inúmeras pessoas de acobertar os abusos sexuais cometidos pelo padre local Geoffrey Drew, e de não ter feito a comunicação das denúncias para o arcebispo Dennis Schnurr. Entre outras atuações, o bispo-auxiliar era o responsável pelo Comitê de Proteção aos Menores da Conferência Episcopal dos Estados Unidos.

As acusações ocorreram no meio do ano passado e o religioso foi alvo de uma investigação diocesana, mas que acabou mantendo Binzer em seu cargo.

"Lamento profundamente o meu papel nas preocupações sobre o padre Drew, que tiveram um impacto negativo na confiança e na fé das pessoas para com a Arquidiocese de Cincinnati. Em abril, estudando o assunto desde o último verão, a Santa Sé me informou que concordava com essa avaliação. Como resultado, depois de muita oração e reflexão, eu ofereci a minha renúncia", disse Binzer ao "The Catholic Telegraph", jornal oficial da Arquidiocese. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA