Papa visitará Iraque entre 5 e 8 de março

Francisco será o primeiro pontífice a viajar ao país

Papa Francisco passará por Bagdá, Mosul, Irbil e Qaraqosh
Papa Francisco passará por Bagdá, Mosul, Irbil e Qaraqosh (foto: ANSA)
19:56, 07 DezVATICANO ZLR

(ANSA) - O Vaticano anunciou nesta segunda-feira (7) que o papa Francisco visitará o Iraque entre os dias 5 e 8 de março de 2021, confirmando um antigo desejo do líder católico, mas sempre adiado por razões de segurança.

Segundo o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni, o Pontífice aceitou um convite do governo iraquiano e da Igreja Católica local. Jorge Bergoglio será o primeiro papa na história a visitar o Iraque.

O programa oficial da viagem ainda será divulgado, mas, de acordo com o Vaticano, Francisco deve passar por Bagdá, pela cidade curda de Irbil, por Mosul e Qaraqosh, além da planície de Ur, terra natal de Abraão na tradição bíblica.

O Papa já expressou em diversas ocasiões seu desejo de viajar ao Iraque, mas, pelo menos até 2019, o Vaticano afirmava que não havia condições mínimas de segurança para a visita. O país foi palco de uma sangrenta guerra contra o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) e hoje luta para se recuperar dos anos de conflito.

Mosul, uma das etapas da viagem de Jorge Bergoglio, foi a "capital" do EI no Iraque até ser reconquistada, em julho de 2017. Já Qaraqosh, principal cidade cristã do país, passou dois anos sob domínio do Estado Islâmico e foi libertada em outubro de 2016, após o grupo ter deixado um rastro de destruição nas igrejas locais.

Por meio de um comunicado, o Ministério das Relações Exteriores do Iraque disse que a visita de Francisco será um "evento histórico" e uma "mensagem de paz" para o país e toda a região.

Segundo o Vaticano, o programa da viagem "levará em conta a evolução da emergência sanitária mundial", em referência à pandemia do novo coronavírus. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA