Por pandemia, Papa Francisco não fará retiro de Quaresma

Cerimônias entre 21 e 26/02 estão suspensas no Vaticano

Papa Francisco fará orações no próprio Vaticano por conta da pandemia de Covid-19
Papa Francisco fará orações no próprio Vaticano por conta da pandemia de Covid-19 (foto: EPA)
15:14, 20 JanCIDADE DO VATICANO ZGT

(ANSA) - O Vaticano informou que o papa Francisco não fará o tradicional retiro de orações da Quaresma em 2021 por conta da pandemia de Covid-19.

"Considerando que permanece a atual emergência sanitária, este ano não será possível viver comunitariamente os Exercícios Espirituais da Cúria Romana na Casa Divin Maestro em Ariccia. O Santo Padre, por isso, convidou os cardeais residentes em Roma, os chefes dos Dicastérios e os superiores da Cúria Romana a fazer de maneira pessoal, retirando-se em oração, da tarde de domingo 21 à sexta-feira 26 de fevereiro", informou em nota a Santa Sé.

Para manter o período de oração mesmo na Casa Santa Marta, todas as cerimônias e celebrações públicas, incluindo a tradicional audiência geral da quarta-feira (24), serão suspensas.

No ano passado, Francisco também não foi a Ariccia, que fica nos arredores de Roma, mas por conta de um resfriado, que o fez cancelar inclusive diversas celebrações religiosas.

Tirando 2020 e 2021, o Pontífice faz anualmente, desde 2013, sua ida ao mosteiro para os exercícios espirituais nesse período antes da Páscoa. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA