Italianos bloqueados no Brasil enviam carta para papa Francisco

Papa Francisco foi acionado por italianos no Brasil
Papa Francisco foi acionado por italianos no Brasil (foto: ANSA)
18:01, 09 FevROMA ZCC

(ANSA) - Os cerca de 1,5 mil italianos que estão bloqueados no Brasil devido a restrições impostas por seu país de origem para conter a pandemia do novo coronavírus enviaram nesta terça-feira (9) uma carta para o papa Francisco para expressar a "situação humanitária desesperadora".

"Sua Santidade papa Francisco, apelamos a você como cidadãos italianos e residentes na Itália que estão bloqueados no Brasil nos últimos 25 dias", diz o texto.

Segundo os italianos, mais "1,5 mil pessoas foram impedidas de voltar para suas casas e agora se encontram, muitas delas, em situações graves".

A carta revela que muitos dos cidadãos estão sem dinheiro, têm crianças que correm o risco de perder o ano letivo, adultos que já perderam ou que podem perder o emprego, pessoas que precisam de cuidados médicos e famílias divididas.

"Nenhum outro país do mundo abandonou os seus cidadãos desta forma e deixou essas pessoas, algumas em situações difíceis, em um país com alto risco de contágio. É uma abandono cruel", acrescenta o texto.

Na mensagem ao argentino, também é reforçado que, apesar dos vários pedidos feitos pelo grupo às autoridades italianas, até agora nenhuma resposta chegou.

Além da carta para o Pontífice, os cidadãos, que criaram um grupo no Facebook para trocar informações úteis e pressionar o governo, também enviaram um comunicado ao presidente Sergio Mattarella.

"Humildemente lhe pedimos que reze para que os políticos italianos olhem para estes seus cidadãos que foram esquecidos e nos façam voltar para casa o mais rápido possível, seguindo todos os protocolos de segurança impostos em todo o mundo", finaliza a carta.

O governo italiano proibiu até 15 de fevereiro a entrada na Itália de qualquer pessoa que tenha transitado pelo Brasil nos 14 dias anteriores à viagem. O motivo é a disseminação de uma variante do coronavírus Sars-CoV-2 surgida em Manaus (AM) e que teria maior poder de contágio. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA