Papa agradece Colômbia por ajudar migrantes da Venezuela

Governo regularizará situação de quase 1 milhão de estrangeiros

Papa agradeceu governo colombiano durante  o Angelus
Papa agradeceu governo colombiano durante o Angelus (foto: ANSA)
11:40, 14 FevCIDADE DO VATICANO ZGT

(ANSA) - O papa Francisco agradeceu neste domingo (14) as autoridades da Colômbia que decidiram regularizar a situação de grande parte dos migrantes venezuelanos que vivem no país, em medida anunciada há cerca de uma semana.

"Sempre olho com gratidão o compromisso daqueles que colaboram em favor dos migrantes. Hoje, em particular, quero me aliar aos bispos da Colômbia para exprimir reconhecimento pela decisão das autoridades colombianas de implementar um estatuto de proteção temporária para os migrantes venezuelanos presentes no país, favorecendo o acolhimento, a proteção e a integração", disse o Pontífice durante o Angelus.

Jorge Mario Bergoglio ressaltou que a medida "não é feita por um país riquíssimo, superdesenvolvido", mas sim um "país com tantos problemas de desenvolvimento, de pobreza e de paz". "Porém, ele teve a coragem de olhar para aqueles migrantes. Obrigado, Colômbia", acrescentou.

A fala refere-se a um novo plano anunciado pelo presidente Iván Duque para regularizar a situação de cerca de um milhão de venezuelanos. Com o novo status, os estrangeiros poderão trabalhar de maneira legalizada no país.

"Precisamos agir e esse é um marco nas políticas migratórias da Colômbia", falou Duque à época. O status valerá por 10 anos e vale para quem entrou no país antes de 31 de janeiro e nos próximos dois anos.

A Venezuela vive uma grave crise social e econômica e mais de 1,7 milhão de cidadãos já atravessaram a fronteira em busca de melhores condições de vida. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA