Mundo vive 'época de escândalos', diz papa Francisco

Pontífice celebrou a Missa do Crisma nesta quinta-feira (1º)

Papa Francisco celebra Missa do Crisma no Vaticano
Papa Francisco celebra Missa do Crisma no Vaticano (foto: ANSA)
09:04, 01 AbrVATICANO ZLR

(ANSA) - O papa Francisco celebrou nesta quinta-feira (1º) a Missa do Crisma e afirmou que o mundo vive uma "época de escândalos".

A celebração faz parte dos eventos da Semana Santa e é marcada pela renovação das promessas feitas pelos sacerdotes em sua ordenação e pela bênção dos óleos dos enfermos, do crisma e dos catecúmenos.

"É verdade que algo que acontece no crucifixo não é inerente à nossa fragilidade, que é a mordida da serpente, a qual, vendo o crucifixo parado, o morde e tenta envenenar e desacreditar sua obra. Mordida que tenta escandalizar - e esta é uma época de escândalos -, mordida que tenta imobilizar e tornar estéril e insignificante cada sacrifício de amor pelos outros", disse o Papa.

Francisco também aproveitou a ocasião para afirmar que Jesus Cristo não se deixou "escandalizar por controvérsias morais, legais e clericais" ao "curar doentes e libertar prisioneiros". "O Evangelho não deve sua eficácia às nossas palavras eloquentes, mas sim à força do crucifixo", declarou.

Devido à pandemia, as celebrações da Semana Santa acontecem com presença reduzida de fiéis. Além disso, o Papa não presidirá neste ano a missa "In coena Domini" e seu tradicional rito de lava-pés, que sempre acontecem na Quinta-Feira Santa. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA