Vaticano reabre 'Museus do Papa' após fechamento para conter Covid

Centro cultural estava paralisado desde o último dia 15 de março

Visitas aos "Museus do Papa" já foram paralisadas ao menos três vezes (foto: ANSA)
07:24, 04 MaiVATICANO ZCC

(ANSA) - Fechados desde 15 de março por causa da pandemia do novo coronavírus, os Museus Vaticanos foram reabertos ao público nesta segunda-feira (3).

As instalações que abrigam a Capela Sistina e os Jardins do Vaticano voltaram a receber turistas, mas com uma série de protocolos sanitários que devem ser respeitados.

De acordo com a direção do centro cultural, o acesso de visitantes é permitido apenas para quem comprou ingressos com hora marcada pela internet. Além disso, o uso de máscaras de proteção e o respeito a uma distância interpessoal mínima de um metro são obrigatórios.

Todos os acessos estão sendo contingenciados, com entradas a cada 30 minutos, e funcionários do local fazem a medição de temperatura dos visitantes. As regras valem também para os Jardins do Vaticano.

Quem não respeitar o protocolo de segurança colocando em risco a saúde dos outros visitantes, poderá ser afastado, segundo normas anti-Covid divulgadas pelos museus.

Até agora, as visitas aos "Museus do Papa" já foram paralisadas ao menos três vezes devido à emergência sanitária provocada pela Covid-19. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA