Recém-operado, Papa não celebrará missa no Dia dos Avós

Celebração está marcada para o próximo domingo (25)

Papa Francisco passou por cirurgia no início de julho
Papa Francisco passou por cirurgia no início de julho (foto: ANSA)
12:34, 23 JulVATICANO ZLR

(ANSA) - Recém-operado no intestino, o papa Francisco não vai celebrar a missa do Dia Mundial dos Avós e dos Idosos, no próximo domingo (25), na Basílica de São Pedro.

Segundo o Vaticano, o evento será presidido pelo presidente do Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização, arcebispo Rino Fisichella, e terá um público de cerca de 2 mil pessoas, majoritariamente avós com seus netos.

No entanto, de acordo com a Santa Sé, Francisco vai celebrar normalmente o Angelus dominical da janela do Palácio Apostólico.

"O Senhor conhece cada uma das nossas tribulações deste tempo. Ele está junto de quantos vivem a dolorosa experiência de ter sido deixados de lado; a nossa solidão - agravada pela pandemia - não O deixa indiferente", diz uma mensagem publicada no Twitter do Papa por ocasião do Dia dos Avós.

O pontífice ficou 10 dias internado no Hospital Policlínico Agostino Gemelli, em Roma, por causa de uma cirurgia intestinal e recebeu alta em 14 de julho.

Francisco sofria de uma estenose diverticular do cólon, estreitamento causado pelo surgimento de pequenas bolsas chamadas divertículos nessa parte do intestino grosso.

Esse problema é comum em idosos, e a operação foi marcada para julho porque este costuma ser o mês de "férias" dos pontífices. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA