Papa apela por fim de violência e pede diálogo no Afeganistão

Apelo foi feito pelo Papa durante oração do Angelus
Apelo foi feito pelo Papa durante oração do Angelus (foto: ANSA)
09:52, 15 AgoVATICANO ZCC

(ANSA) - O papa Francisco manifestou neste domingo (15) sua preocupação com a situação no Afeganistão, onde o grupo fundamentalista islâmico Talibã está controlando a maior parte do território, e fez um apelo pelo fim da violência.

"Uno-me à preocupação unânime pela situação no Afeganistão. Peço que rezem comigo ao Deus da paz para que cesse o barulho das armas e possam ser encontradas as soluções à mesa do diálogo", pediu Francisco, após a recitação da oração do Angelus.

Segundo o Pontífice, "só assim a população martirizada deste país, homens, mulheres, idosos, crianças, poderá voltar às suas casas, viver em paz e segurança, no pleno respeito recíproco".

O apelo do argentino é feito no momento em que o Talibã tomou o controle da maior parte do Afeganistão em menos de duas semanas e chegou aos arredores de Cabul, cercando a capital afegã por várias frentes.

O grupo, que defende uma rendição pacífica do governo nacional, começou a avançar pela nação após a retirada das tropas internacionais lideradas pelos Estados Unidos e Otan. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA