Papa reza por vítimas de explosão em Cuba; Nº de mortos vai a 27

Explosão ocorreu no Hotel Saratoga, no centro de Havana
Explosão ocorreu no Hotel Saratoga, no centro de Havana (foto: EPA)
10:02, 08 MaiVATICANO ZCC

(ANSA) - O papa Francisco rezou neste domingo (8) pelas vítimas da explosão no Hotel Saratoga, em Havana, no último dia 6 de maio. De acordo com o governo cubano, o incidente provocou a morte de pelo menos 27 pessoas.

"Rezemos também pelas vitimas da explosão que ocorreu em um grande hotel na capital de Cuba, Havana. Que Cristo ressuscitado os guie para a casa do Pai e dê conforto aos seus familiares", disse o Pontífice durante a oração Regina Caeli.

Segundo a imprensa local, há ainda pelo menos 19 pessoas desaparecidas, entre elas 13 trabalhadores do hotel. No entanto, as autoridades cubanas não confirmaram o número, que pode ser maior.

O governo cubano disse que a tragédia teria sido motivada por um vazamento de gás. Durante entrevista coletiva, os responsáveis pelas operações de resgate especificaram que 81 ficaram feridos, sendo que 37 estão hospitalizados.

O trabalho de remoção dos escombros do edifício continua ininterruptamente. No Twitter, a presidência cubana informou que o líder Miguel Díaz-Canel visitou alguns feridos internados em hospitais da cidade e agradeceu o trabalho dos socorristas, paramédicos, membros da Cruz Vermelha e todos que estão ajudando na operação de resgate. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA