/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Brasileira conclui viagem pela Itália em que seguiu caminhos do avô

Thaisa Bestetti havia iniciado a trajetória em 3 de janeiro

GENOVA, 13 janeiro 2024, 13:23

Redação ANSA

ANSACheck

Thaisa Bestetti passou por diversas cidades italianas durante a trajetória (Foto: Reprodução/ANSA) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - A brasileira Thaisa Bestetti, de 43 anos, concluiu em Gênova, na Itália, uma viagem pelo país marcada por ter trilhado os mesmos passos do avô Arlindo durante a Segunda Guerra Mundial.

Descendente de italianos, Thaisa iniciou a sua trajetória pela nação europeia em 3 de janeiro e concluiu a aventura em uma visita ao Museu Nacional da Emigração Italiana (MEI), na capital da região da Ligúria.

"Uma história que se estende por três séculos entre dois continentes e com muitos sentimentos, que tem suas raízes na Itália e vai até o Brasil. Receber Thaisa em Gênova para essa viagem em busca de suas origens foi um prazer e cativou o país inteiro", disse o prefeito de Gênova, Marco Bucci.

Natural de Jundiaí, no estado de São Paulo, Thaisa passou por inúmeras cidades italianas, entre as quais Pisa, Riola, Bolonha, Sassuolo, Reggio Emilia, Parma, Alessandria e Rapallo. Ao todo, seu avô enviou cartões postais de pelo menos 70 localidades.

Nesses municípios, com o objetivo de reconstruir a história de sua família, Thaisa se encontrou com os descendentes das pessoas que hospedaram Arlindo nos anos de conflito. Além disso, entregou aos prefeitos cópias dos cartões enviados pelo avô, que era tenente do Exército brasileiro.

"É o primeiro de muitos projetos para o ano do turismo de raiz. A jornada de Thaisa trouxe à luz um aspecto pouco conhecido da guerra, através de uma documentação única", afirmou o presidente do MEI, Paolo Masini.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Ou use