/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Whoopi Goldberg oferece papel para Papa em novo filme

Atriz se reuniu com Francisco no ano passado

NOVA YORK, 13 de maio de 2024, 14:24

Redação ANSA

ANSACheck

Whoopi Goldberg interpreta 'freira ' em produção © ANSA/EPA

 A atriz e comediante norte-americana Whoopi Goldberg revelou que ofereceu ao papa Francisco um pequeno papel no terceiro filme da saga "Mudança de Hábito" (Sister Act, no título em inglês), durante entrevista a Jimmy Fallon, no Tonight Show.
    A produção é sequência do longo de 1993 no qual a artista interpreta a cantora Deloris Van Cartier que precisa se esconder em um convento na Califórnia após testemunhar um homicídio.
    Questionada por Fallon se o Papa havia manifestado o desejo de participar da obra durante seu encontro com o religioso, em outubro passado, Goldberg deixou escapar: "Não, mas eu perguntei a ele. Eu lhe ofereci para fazer isso e ele disse que tudo depende de qual é sua agenda no momento".
    A estrela de 68 anos ainda deu detalhes sobre a audiência.
    "Sinto que tenho que lhe agradecer. Por cerca de 10 anos tentei conhecê-lo. Toda vez que aquela reunião estava para acontecer, alguma coisa acontecia e ela acabava sendo cancelada", lembrou.
    A conversa entre a atriz e o líder da Igreja Católica parece ter sido descontraída. Segundo ela, enquanto o argentino elogiava seu trabalho, Goldberg aproveitou para lhe oferecer uma participação no terceiro filme da saga.
    "Eu disse: 'Sabe, estamos tentando ajudar a trazer as irmãs para o século XXI', e eu classifiquei o projeto como algo bobo, mas ele me impediu", contou ela, lembrando que Jorge Bergoglio respondeu que "uma das melhores coisas que você pode fazer pelas pessoas é ajudá-las, animá-las e fazê-las rir".
    Goldberg, que se declarou admiradora de Francisco também pela abertura demonstrada a população LGBTQIA+, já havia chegado a brincar sobre a continuação da franquia.
    "Imagine a 'Sister Act' e todas as freiras paradas aqui, esperando a saída do Papa", disse. "Talvez isso aconteça no filme. Não sabemos. Nunca saberemos, mas estamos em Roma e eu estou na Cidade do Vaticano", concluiu ela durante sua visita ao religioso.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use