[an error occurred while processing the directive] UBS oferece US bilhão para comprar Credit Suisse - Economia - Ansa.it
/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

UBS oferece US$1 bilhão para comprar Credit Suisse

Banco suíço, porém, teria recusado oferta por achar valor baixo

NOVA YORK, 20 março 2023, 10:12

Redação ANSA

ANSACheck

Credit Suisse teria rejeitado oferta do UBS © ANSA/EPA

(ANSA) - O UBS se ofereceu neste domingo (19) para comprar o Credit Suisse por até US$ 1 bilhão, informou o jornal "Financial Times", segundo o qual a operação será inteiramente em valores mobiliários.

De acordo com a publicação, a proposta de acordo entre os dois maiores bancos da Suíça prevê o pagamento de 0,25 francos suíços a serem pagos em ações do UBS, bem abaixo dos 1,86 francos suíços do fechamento do Credit Suisse na sexta-feira (18).

O jornal explica ainda que, para facilitar o fechamento do acordo antes da abertura dos mercados na segunda-feira, as autoridades suíças estão se preparando para mudar as leis de forma a contornar o voto dos acionistas sobre a operação.

O Federal Reserve (Fed), banco central dos Estados Unidos, teria dado seu consentimento para a transação.

No entanto, o Credit Suisse supostamente teria sido contra a oferta do UBS por acreditar que a quantia é muito abaixo e não é boa para os acionistas, informou a agência Bloomberg, acrescentando que a Suíça está avaliando a nacionalização total ou parcial do Credit Suisse caso não seja alcançado um acordo com o UBS. 

Logo depois, a publicação revelou que o UBS revisou sua oferta de compra do Credit Suisse para mais de US$ 2 bilhões e chegou a um acordo para concluir a aquisição.

Segundo o Wall Street Journal, o Banco Central da Suíça está oferecendo ao UBS uma linha de liquidez de US$ 100 bilhões como parte do acordo para comprar o Credit Suisse. (ANSA) 

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use