Taxa de desemprego na Itália cai para 7,8% em março

Índice entre os jovens também registou queda

Manifestação em Nápoles, sul da Itália, contra o desemprego (foto: ANSA)
Manifestação em Nápoles, sul da Itália, contra o desemprego (foto: ANSA)

(ANSA) - A taxa de desemprego na Itália fechou o mês de março em 7,8%, queda de 0,1 ponto percentual na comparação com fevereiro, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (3) pelo Instituto Nacional de Estatística (Istat).

Já entre os jovens de 15 a 24 anos, o índice também caiu 0,1 ponto, chegando a 22,3%.

Ainda de acordo com o Istat, a taxa de inatividade na população e o nível de ocupação permaneceram estáveis em 33,8% e 60,9%, respectivamente.

Com isso, o número de pessoas empregadas na Itália no fim de março era de 23,349 milhões, alta de 22 mil unidades (+0,1%) em relação a fevereiro e de 297 mil (+1,3%) na comparação com igual período do ano passado. (ANSA)