Chuvas no sul do Brasil deixam ao menos 7 mortos

Bombeiros ainda buscam pessoas levadas por enxurradas

Situação em Lajeado, no Vale do Taquari (Foto: Prefeitura de Lajeado/Divulgação) (foto: ANSA)
Situação em Lajeado, no Vale do Taquari (Foto: Prefeitura de Lajeado/Divulgação) (foto: ANSA)

(ANSA) - Ao menos sete pessoas morreram nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, no sul do país, devido às fortes chuvas dos últimos dias, que também deixaram dois desaparecidos.

De acordo com a Defesa Civil, quatro pessoas faleceram neste fim de semana no Rio Grande do Sul, onde 44 cidades sofreram os estragos dos temporais e dos fortes ventos.

Neste domingo (19), um homem morreu após seu carro ser arrastado pelas águas em Vila Flores, na região serrana do estado, a 185 km da capital Porto Alegre. Equipes de resgate do Corpo de Bombeiros continuavam na busca por uma criança de dois anos e um homem que foram levados pelas águas no município de Coqueiro do Sul.

O governador, Eduardo Leite (PSDB), pediu aos moradores de diversos municípios do Vale do Taquari que deixem suas casas devido ao risco de deslizamentos de terra.

Em Santa Catarina, várias cidades foram afetadas por enxurradas na região do Vale do Itajaí, e as autoridades contabilizaram três pessoas mortas desde a quinta-feira (16). A última vítima reportada foi um homem de 70 anos, cuja casa foi destruída e arrastada por uma enxurrada em Praia Grande. (ANSA).