[an error occurred while processing the directive] [an error occurred while processing the directive] [an error occurred while processing the directive] [an error occurred while processing the directive] [an error occurred while processing the directive] [an error occurred while processing the directive] (none)
/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Noruega anuncia doação de US$ 50 milhões para Fundo Amazônia

Anúncio do repasse aconteceu durante a COP28, em Dubai

BRASÍLIA, 11 dezembro 2023, 13:13

Redação ANSA

ANSACheck

Político europeu se reuniu com a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, em uma cúpula que ocorreu à margem dos trabalhos da COP28 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - A Noruega anunciou nesta segunda-feira (11) que doará mais de US$ 50 milhões (cerca de R$ 245 milhões) ao Fundo Amazônia.

A confirmação da ajuda da nação escandinava para financiar ações contra as mudanças climáticas e o desmatamento no Brasil foi revelada pelo ministro do Clima e Meio Ambiente da Noruega, Andreas Bjelland Eriksen.

O político europeu se reuniu com a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, em uma cúpula que ocorreu à margem dos trabalhos da COP28, em Dubai. O encontro celebrou os 15 anos do Fundo.

Principal colaborador do projeto, a Noruega também foi o primeiro país a doar para o Fundo Amazônia e, desde 2018, foram mais de R$ 3 bilhões. "Reconhecendo os resultados na redução do desmatamento da floresta amazônica obtidos pelo governo Lula e considerando as grandes ambições do Brasil nesse sentido, Estou muito feliz em anunciar que voltaremos a contribuir com o Fundo Amazônia", disse Eriksen, cumprindo a promessa do país de voltar a contribuir após a eleição do petista.

"Parar o desmatamento na Amazônia nesta década exigirá cooperação e ambição sem precedentes. Hoje vemos metas renovadas e um Brasil com grandes ambições e espírito pioneiro", acrescentou o ministro norueguês.

O Fundo Amazônia foi criado em 2008 para receber doações de países estrangeiros para financiar projetos de combate ao desmatamento e controle do ecossistema.

Os governos da Alemanha e da Noruega foram os principais financiadores durante muito tempo, até 2019, quando decidiram suspender as transferências depois do ex-presidente Jair Bolsonaro ter manifestado a intenção de alterar o destino dos fundos para outros projetos.

Após o retorno de Lula ao poder, Berlim e Oslo autorizaram a retomada do financiamento. Em abril, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, confirmou que solicitará ao Parlamento de seu país o envio de US$ 500 milhões. O Reino Unido, a Suíça e a Dinamarca também garantiram que ajudarão.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use