/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Polícia de Florença usará drones para 'controlar território'

Medida entrará em vigor para monitorar a cidade durante 2023

FLORENÇA, 11 abril 2023, 18:46

Redação ANSA

ANSACheck

Medida foi anunciada pelo prefeito da cidade - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - A Polícia Municipal de Florença começará a usar drones equipados com câmeras de monitoramento para "controlar o território" da cidade durante o ano, anunciou o prefeito Dario Nardella nesta terça-feira (11).

"Os drones serão usados em áreas muito circunscritas e específicas, não se trata de um 'Big Brother' sobre a cidade. Estamos falando de intervenções direcionadas para controlar o território, assim como já fizeram em outras cidades, como Bergamo", declarou ele durante cerimônia de apresentação do novo comandante da polícia florentina, Francesco Passaretti.

De acordo com Nardella, a utilização dos drones "é um projeto de 2023, que já tem um protocolo assinado com a Entidade Nacional de Aviação Civil (ENAC), para verificar quaisquer infrações nas construções de Florença e para detectar acidentes rodoviários.

Perante o debate sobre o impacto da medida na privacidade dos cidadãos, o prefeito explicou ainda que os drones vão sobrevoar a cidade "garantindo a legalidade e respeitando integralmente a regulamentação e privacidade existentes". (ANSA)

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Ou use