Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Presidente da Itália diz que negacionistas ameaçam saúde pública

Mattarella lamentou que muitos jovens deixam país para exterior

ROMA, 30 outubro 2023, 13:27

Redação ANSA

ANSACheck

Mattarella durante uma coletiva de imprensa no Palácio do Quirinale - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - O presidente da Itália, Sergio Mattarella, afirmou nesta segunda-feira (30) que a pesquisa científica é o "motor do progresso da humanidade", além de criticar os negacionistas.

Em uma coletiva de imprensa no Palácio do Quirinale, o mandatário admitiu que os recursos da Itália para investir em pesquisas científicas "são limitados", além de definir que as condições econômicas e profissionais da nação "não são muito abertas e menos competitivas".

"A pesquisa tem sido o principal motor do progresso da humanidade. Os jovens italianos devem poder circular e adquirir experiência em universidades e laboratórios do mundo todo. Isso é precioso e poderão regressar se assim desejarem para expressarem seus talentos também na Itália", disse o chefe de Estado.

Já sobre a batalha contra o câncer, Mattarella afirmou que a doença pode ser derrotada. O político acrescentou que o país realizou "grandes progressos" em pesquisas sobre o assunto nos últimos tempos.

O presidente ainda criticou a disseminação de "teorias irracionais e anticientíficas", acrescentando que desinformações continuam sendo veiculadas.

"Não só ofuscam a visão do bem comum, mas muitas vezes ameaçam a própria saúde dos cidadãos. Na era da inteligência artificial e da maior aceleração da ciência, a difusão do conhecimento continua a se misturar com o seu oposto", afirmou.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Ou use

Último momento

404 Not Found

404 Not Found


nginx