/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Universidade romana abre bolsas de estudo a ítalo-brasileiros

Não é preciso comprovar cidadania italiana

SÃO PAULO, 03 março 2023, 14:52

Redação ANSA

ANSACheck

Campus da Universidade Luiss Guido Carli, em Roma - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - A Universidade Luiss Guido Carli, de Roma, criou bolsas de estudo voltadas a ítalo-brasileiros para se reconectar com os italianos que emigraram ao país sul-americano e seus descendentes.

Em entrevista à ANSA em São Paulo, o pró-reitor para a internacionalização da instituição, Raffaele Marchetti, disse que as bolsas valem para o ano letivo que se inicia em setembro e englobam áreas como economia, negócios, ciência política e direito.

"São bolsas reservadas não a estudantes que têm o passaporte italiano, mas sim a estudantes de origem italiana", explicou. Ou seja, não é necessário ter a dupla cidadania reconhecida para concorrer.

"O estudante precisa justificar de alguma maneira, mas não somos a polícia, nós confiamos", afirmou Marchetti, acrescentando que esse é um "instrumento importante para reconectar" a Itália com a comunidade ítalo-brasileira.

O pró-reitor definiu o Brasil como "estratégico" para a Luiss, uma das universidades privadas mais renomadas da Itália.

"O Brasil é uma das maiores economias do mundo, um dos atores principais da política internacional e tem a maior comunidade de oriundi italianos no mundo", declarou.

As bolsas de estudo foram anunciadas no âmbito de uma missão de Marchetti por Brasil e Argentina para estreitar relações com a América Latina. O pró-reitor já passou por Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba e visitará Buenos Aires na semana que vem. (ANSA)

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use