/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

'Anatomie d'une Chute' conquista Palma de Ouro em Cannes

Obras italianas não conseguiram nenhuma estatueta na cerimônia

CANNES, 27 maio 2023, 16:45

Redação ANSA

ANSACheck

Justine Triet recebendo a Palma de Ouro por 'Anatomie d 'une Chute ' © ANSA/EPA

(ANSA) - O filme "Anatomie d'une Chute", da cineasta francesa Justine Triet, conquistou neste sábado (27) a Palma de Ouro no Festival de Cannes.

O longa é um drama sobre uma escritora alemã tentando provar sua inocência na morte do marido, que ocorreu em circunstâncias misteriosas.

Já o vietnamita Tran Anh Hung, de "La Passion de Dodin Bouffant", foi premiado como melhor diretor, enquanto "The Zone of Interest", de Jonathan Glazer, ficou com o "grande prêmio".

O japonês Koji Yakusho, de "Perfect Days", faturou a estatueta de melhor ator, e a turca Merve Dizdar, de "About Dry Grasses", foi premiada como melhor atriz.

"Monster", de Sakamoto Yuji, venceu como melhor roteiro, e "Bên Trong Vo Ken Vang", de Thien An Pham, faturou o prêmio Câmera de Ouro, destinado ao melhor estreante.

O prêmio do júri foi para "Dead Leaves", de Aki Kaurismäki, já a Palma de Ouro de melhor curta-metragem ficou com "27", de Flóra Anna Buda.

As três obras italianas ("Rapito", "Il Sol dell'Avvenire" e "La Chimera") que estavam na disputa pela principal premiação em Cannes, algo que não ocorria desde 2015, não conseguiram faturar nenhuma estatueta.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use