/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Filme sobre Anita Garibaldi estreia na Itália

Longa exibe retrato original da revolucionária brasileira

ROMA, 02 junho 2023, 18:21

Redação ANSA

ANSACheck

Anita Garibaldi é interpretada por Flaminia Cuzzoli - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - Estreou nesta semana na Itália um filme sobre a revolucionária brasileira Anita Garibaldi, que, ao lado de seu marido, Giuseppe Garibaldi, teve papel de destaque na Revolução Farroupilha e no processo de unificação italiana.

"La Versione di Anita", de Luca Criscenti, traz Flaminia Cuzzoli no papel da revolucionária e também de narradora e Lorenzo Lavia nas vestes do "herói dos dois mundos".

"Anita era uma heroína antes mesmo de conhecer Garibaldi, depois eles foram heróicos juntos", disse Cuzzoli em entrevista à ANSA.

Inspirado no livro "Anita: Storia e Mito", da historiadora Silvia Cavicchioli, o longa vai além do estereótipo de esposa fiel e corajosa de Garibaldi, apresentando um retrato original e envolvente da brasileira, que nasceu no município catarinense de Laguna, em 1821, e morreu em Ravenna, na Itália, em 1849, com apenas 27 anos.

"Ela é verossímil também como uma mulher de 2023, nos ideais, na segurança com a qual enfrentou a vida, no ser independente, rebelde e livre", ressaltou Cuzzoli.

A atriz ainda disse acreditar que Anita Garibaldi passou a vida sem perceber o quanto suas ações eram modernas, corajosas e não convencionais. "Ela seguiu sua inclinação natural, não renunciou a nada daquilo que a vida colocou diante dela", concluiu.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Ou use