/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Maneskin realiza sonho e se apresenta pela 1ª vez em estádio

Banda italiana cantou para mais de 25 mil fãs em Trieste

TRIESTE, 17 julho 2023, 20:09

Redação ANSA

ANSACheck

Maneskin se apresentou no Stadio Nereo Rocco - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - A banda italiana Maneskin, um dos principais nomes do rock da atualidade, se apresentou pela primeira vez em um estádio na cidade de Trieste, no nordeste da Itália, perante mais de 25 mil fãs.

"Quando começamos tínhamos um sonho: cantar em estádios e conseguimos. Este é o nosso primeiro estádio e temos que agradecer a vocês por virem aqui para compartilhar o que continuará sendo um momento memorável e especial para nós", disse o vocalista do grupo, Damiano David, ao público.

O show no Stadio Nereo Rocco, na região de Friuli Veneza Giulia, foi a primeira parada da turnê de verão do Maneskin, que também se apresentará em Roma, nos dias 20 e 21 de julho, e em Milão, em 24 e 25 do mesmo mês.

Ao todo, foram duas horas de rock acelerado que inflamaram os fãs vindo de toda a Europa e também do exterior. Entre os estrangeiros estavam presentes cidadãos da Eslovênia, Croácia, Áustria, Bósnia e de diversas cidades italianas.

No total, sete mil dos 12 mil ingressos vendidos no exterior foram comprados somente por croatas e eslovenos. Nas filas antes da abertura dos portões também haviam fãs dos Estados Unidos, da Holanda e até da África do Sul.

O prefeito de Trieste, Roberto Dipiazza, também marcou presença na arquibancada. E desde as primeiras notas de "Don't Wanna Sleep", música que abriu o show, Damiano, Ethan Torchio, Thomas Raggi e Victoria De Angelis enlouqueceram a plateia.

Durante as mais de duas horas de show, os jovens do Maneskin correram, pularam, dançaram, com Victoria e Thomas descendo várias vezes na plateia e fazendo alguns solos que incendiaram o estádio. Também foram marcantes os momentos de cumplicidade entre o baixo de Victoria e a bateria de Ethan.

Voltando aos sucessos mundiais, Maneskin levou a Triste músicas como "Zitti e buoni", que os lançou à fama, e "Beggin"', versão da canção de Frankie Valli, com a qual conquistaram fama internacional. "Esta música é para calar a boca de todos aqueles que dizem que fazemos covers", gritou Damiano do palco, antes de entoar as primeiras notas.

No meio do show, as luzes brilharam sobre a banda, que havia descido no meio dos fãs, onde Damiano cantou uma versão acústica de "Torna a casa" e "Vent'anni". As canções foram acompanhadas por milhares de celulares que iluminaram o estádio.

"Sempre tivemos um sonho: vir brincar entre vocês. Até agora nunca nos tinham permitido, mas agora conseguimos realizá-lo", acrescentou o vocalista do Maneskin.

A banda italiana fechou a noite com uma versão bem veloz de "Mamma Mia".
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use