/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Estátua de 'David' em Florença ganha novo sistema de iluminação

FLORENÇA, 09 agosto 2023, 18:15

Redação ANSA

ANSACheck

'David ', de Michelangelo, está na Galleria dell 'Accademia em Florença © ANSA/ANSA/Tatiana Girardi

(ANSA) - Por ocasião do 150º aniversário da transferência de "David", de Michelangelo, para a Galleria dell'Accademia de Florença, a escultura recebeu "como presente" um sistema de iluminação com mais luz natural.

A nova iluminação foi apresentada durante cerimônia na última terça-feira (8) e tem como objetivo fazer com que os visitantes do museu apreciem os detalhes de uma "escultura admirável" em diferentes momentos do dia.

"Hoje, a Galleria dell'Accademia de Florença continua sendo a casa de David. Uma obra icônica, cuja força e perfeição simbólica permanece atual, além de qualquer período histórico, que atrai milhares de pessoas de todo o mundo, apenas para encontrar seu olhar admirável. Nosso trabalho é continuar a protegê-la", afirmou a diretora da galeria, Cecilie Hollberg.

A obra de um dos maiores artistas da história chegou ao museu florentino no dia 8 de agosto de 1873 para ser protegida da deterioração sofrida no local em que estava anteriormente, na Piazza della Signoria.

A necessidade de proteger "David" foi discutida durante anos e, em 1872, por sugestão de Emilio De Fabris, um dos mais conceituados arquitetos florentinos, foi decidido construir um novo espaço museológico que pudesse acolher a obra.

Em comunicado oficial, a galeria destacou que o "deslocamento, impensável em nossos tempos, durou sete dias, de 30 de julho a 8 de agosto de 1873 e, devido ao grande calor, ocorreu principalmente nas primeiras horas da manhã, das 4 às 11 da manhã".

Na ocasião, foi construído um vagão almofadado para absorver os choques e, no dia 4 de agosto, depois de ter percorrido as principais ruas da cidade, o David foi apresentado pela Academia de Belas Artes através de uma abertura obtida com a destruição da parede de entrada do edifício.

"Sexta-feira, 8 de agosto. Transferido e montado na base, onde permanecerá o tempo que Deus quiser", acrescenta a nota.

Para realçar a sua exposição, De Fabris concebeu "uma verdadeira tribuna em homenagem ao artista supremo, um templo secular coberto por uma abóbada de vidro que garantiria a iluminação mais natural possível".

Agora, esta tribuna promoverá uma melhor experiência para o visitante, com um novo sistema de iluminação de LED e uma claraboia "mais segura e limpa", na qual a luz natural filtra de forma excelente, iluminando o 'David', permitindo captar todos os seus detalhes com ainda mais nitidez e dando-lhe uma atmosfera mais sugestiva, que muda em diferentes momentos do dia".
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use