/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Ministro italiano defende Colombo da 'cultura do cancelamento'

Titular da Cultura foi aos EUA para o feriado do Dia de Colombo

NOVA YORK, 09 outubro 2023, 13:15

Redação ANSA

ANSACheck

Retrato de Cristóvão Colombo - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - O ministro da Cultura da Itália, Gennaro Sangiuliano, declarou nesta segunda-feira (9) que a memória do navegador Cristóvão Colombo precisa ser protegida da "cultura do cancelamento".

As declarações foram dadas neste domingo (8), em Nova York, onde o comandante da pasta foi participar das festividades do "Columbus Day", o Dia de Colombo, feriado nacional dos Estados Unidos que comemora a chegada do italiano à América em outubro de 1492.

"Estou aqui para testemunhar minha proximidade à comunidade ítalo-americana no dia em que celebra Cristóvão Colombo e lembra com orgulho a contribuição extraordinária que garantiu o desenvolvimento econômico, social e cultural dos EUA", declarou.

"Quero também expressar meu apoio aos ítalo-americanos na defesa da memória de Colombo. O grande explorador genovês foi um gênio que mudou a história da humanidade. Os que querem cancelá-lo ou profanar sua memória em nome da 'cultura do cancelamento' não só ofendem, mas negam a história e o valor da identidade da nossa cultura", prosseguiu Sangiuliano.

As celebrações locais foram organizadas pela Columbus Citizens Foundation. O ministro, ao lado do Cônsul Geral da Itália, Fabrizio Di Michele, e de representantes das forças de segurança e Corpo de Bombeiros da Itália e dos EUA, depositou uma coroa de flores diante do monumento a Cristóvão Colombo.

Já nesta segunda-feira (9), o ministro assistiu a missa solene do Dia de Colombo, celebrada pelo arcebispo Robert Brennan, na catedral de São Patrício. Depois, acompanhou o cortejo da parada pública que desfilou ao longo da Quinta Avenida.

O registro histórico da chegada do navegador ao continente data de 12 de outubro de 1492. Desde 1991, porém, o feriado passou a ser marcado sempre para a segunda segunda-feira do mês de outubro.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use