/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Maneskin dá show em SP e volta a cantar sucesso de Cazuza

Mais madura, banda italiana mostrou força do rock

SÃO PAULO, 06 novembro 2023, 07:40

Redação ANSA

ANSACheck

Maneskin em show no Rio de Janeiro (Foto: Divulgação/Maneskin) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Como parte de uma turnê intensa, já realizada em diversos países do mundo, como Itália, Estados Unidos e México, a banda italiana Maneskin chegou ao palco de São Paulo na noite da última sexta-feira (3) e levou os fãs ao delírio ao voltar a interpretar "Exagerado", de Cazuza.

Esta foi a segunda vez que os roqueiros cantaram em português um dos sucessos da música popular brasileira, depois da apresentação no Rio de Janeiro, no dia 1° de novembro.

Formado pelo vocalista Damiano David, a baixista Victoria De Angelis, o baterista Ethan Torchio e o guitarrista Thomas Raggi, o quarteto incendiou uma plateia de jovens e adultos no Espaço Unimed, zona oeste da capital paulista, e confirmou que o "rock italiano" está cada vez mais na moda e na boca da maioria das gerações.

Os músicos subiram no palco pontualmente e foram ovacionados com muitos elogios, como "gostoso" e "gostosa".

A primeira canção apresentada foi a nona faixa do novo álbum "Rush!", "Don't Wanna Sleep", seguida de "Gossip" (parceria com Tom Morello), "Zitti e Buoni", "Honey (Are U coming?)" e "Supermodel". Já o single "Coraline" levou o público à loucura.

Ao contrário do concerto do ano passado, o show desta sexta trouxe um Maneskin mais focado, estiloso e maduro, que reduziu as interações com o público, mas garantiu uma noite espetacular para os presentes.

Em praticamente duas horas, a banda também cantou o famoso hit "Beggin" e presenteou os paulistanos com uma música inédita: "The Driver", lançada na versão deluxe de Rush!.

Os italianos tocaram ainda "Baby Said", atendendo aos pedidos dos fãs que estavam na frente do palco, e mudaram o setlist para encaixar "Vent'Anni".

Um dos momentos mais marcantes da noite aconteceu quando Damiano e Thomas foram ao centro da casa de show e interpretaram duas canções, incluindo "Exagerado", de Cazuza.

"Estamos fazendo covers especiais em todo lugar que vamos. É muito difícil achar uma canção que seja mais fácil de aprender. Desta vez, foi mais difícil porque não falo um cara*** de português, mas existem algumas que já sabíamos", explicou o vocalista.

Damiano aproveitou para citar algumas palavras que já conhecia, como "obrigado, 'caralho,' 'porra,' 'puta' e a mais linda, 'exagerado.'" Por fim, criticou todos que reclamam que o quarteto romano canta apenas em inglês e tocou em italiano "Lividi sui Gomiti" e "In Nome del Padre".

Formado em 2015, em Roma, o Maneskin - palavra em dinamarquês que significa "luar" - ganhou notoriedade ao ficar em segundo lugar na versão italiana do reality de calouros "X Factor", mas se tornou sucesso global após as vitórias no Festival de Sanremo e no Eurovision, com a canção "Zitti e Buoni", em 2021.

Desde então, os italianos têm batido recordes e conquistado fãs do mundo inteiro. "Rush!", lançado em janeiro de 2023, alcançou o primeiro lugar em ao menos 15 países, entrando nas cinco primeiras posições nas paradas de 20 nações.

Em pouco tempo, o álbum ultrapassou 1,4 bilhão de streams globais, atingindo recentemente 1 bilhão de streams apenas no Spotify. No total, o grupo chegou a 9,2 bilhões de streams.

Considerado uma das maiores forças do rock, o Maneskin continua sua trajetória imparável para conquistar o público internacional, após o triunfo nos VMAs e com sua turnê mundial, que passará ainda pelo Japão, Reino Unido, Irlanda e, pela primeira vez, pela Austrália. (ANSA)

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use