/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Museu do Oscar exibe traje da atriz italiana Gina Lollobrigida

ROMA, 29 março 2024, 19:38

Redação ANSA

ANSACheck

Vestido de Gina Lollobrigida será exibido até dia 5 de janeiro de 2025 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - O museu da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Los Angeles anunciou nesta sexta-feira (29) que exibirá um vestido usado pela atriz italiana Gina Lollobrigida (1927-2023) ao interpretar a soprano Lina Cavalieri em "A Mulher Mais Bela do Mundo", em 1955.

Desenhado por Sartoria Peruzzi para o filme de Robert Z. Leonard, o figurino ficará exposto até 5 de janeiro de 2025 na galeria principal do museu, onde acontece a mostra "Histórias de Cinema", cujas peças estão em constante rotação.

A subsecretária de Cultura da Itália, Lucia Borgonzoni, anunciou a homenagem da instituição hollywoodiana ao cinema italiano e também destacou a importância da arte de Lollobrigida.

"Este é um reconhecimento particularmente importante. Na verdade, é a primeira vez que um traje usado por uma grande estrela italiana é exposto no Museu da Academia, que foi desenhado por Renzo Piano. E este é um vestido que Gina Lollobrigida se importou muito, ligada a um filme em que também demonstrou seu talento como cantora, interpretando a soprano sem dublagem, num papel que lhe rendeu o 'David di Donatello' em 1956", destacou ela.

Em junho passado, o CEO da Academia, Bill Kramer, já havia dito estar "entusiasmado e honrado em expandir a coleção da Academia com essas peças excepcionais".

"Esses componentes vitais do processo de produção cinematográfica destacam as disciplinas colaborativas que desenvolvem e produzem os filmes que amamos", afirmou ele quando a instituição comprou algumas peças, incluindo o vestido tomara que caia de renda preto e creme usado pela atriz italiana.

A atriz italiana Gina Lollobrigida, reconhecida como símbolo sexual na década 1950, morreu, aos 95 anos, em janeiro do ano passado.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use