/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Número de jovens empregados na Itália registra queda em 2023

Dados foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística

ROMA, 02 setembro 2023, 16:04

Redação ANSA

ANSACheck

Dados foram divulgados pelo Istat - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - O Instituto Nacional de Estatística (Istat) informou neste sábado (2) que 5,3 milhões de jovens entre 15 e 34 anos trabalhavam na Itália em julho de 2023, uma queda de cerca de 2,4 milhões em relação ao mesmo período de 2004, ano de início da série histórica.

De acordo com o relatório, o declínio da taxa de natalidade na Itália está começando a causar problemas às empresas do país.

Os dados apontam que o número total de pessoas com idades compreendidas entre os 15 e os 34 anos caiu quase um milhão nos últimos 10 anos, tornando difícil para muitas empresas italianas recrutar jovens trabalhadores.

Este fator junta-se ao problema de longa data de que muitos dos jovens que estão disponíveis para trabalhar não possuem as competências de que as empresas necessitam.

Já o número de cidadãos com mais de 50 anos que trabalham está crescendo de forma constante e atingiu 9,4 milhões em julho de 2023, em comparação com os 4,8 milhões em julho de 2004. Ao todo, houve um aumento de 4.559.000.

Entre as pessoas com faixa etária entre 50 e 64 anos, 8.667.000 trabalham, um aumento de 42,3% para 63,3%, enquanto 735 mil trabalhadores têm pelo menos 65 anos.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Ou use