[an error occurred while processing the directive] Gastos de Natal na Itália crescem 14,8% em 2023 - Economia - Ansa.it
/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Gastos de Natal na Itália crescem 14,8% em 2023

Despesas natalinas totalizaram 22,8 bilhões de euros neste ano

ROMA, 26 dezembro 2023, 11:33

Redação ANSA

ANSACheck

Mercado de Natal em Bolzano, norte da Itália - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - Os gastos de Natal na Itália totalizaram 22,8 bilhões de euros (R$ 121,9 bilhões) em 2023, com um expressivo crescimento de 14,8% em relação a 2022.

Os números foram divulgados nesta terça-feira (26) pela associação de defesa do consumidor Codacons, que analisou despesas com alimentos, viagens, presentes e refeições em restaurantes no período natalino.

No entanto, segundo o presidente da entidade, Carlo Rienzi, essa alta não se deve a uma "maior propensão ao consumo dos cidadãos ou a um crescimento da renda", mas sim ao "aumento dos preços que ainda atinge muitos setores".

Considerando apenas os gastos com bebidas e alimentos para a ceia da véspera e o almoço de Natal, o crescimento foi de 7,4% em relação a 2022, totalizando 2,9 bilhões de euros (R$ 15,5 bilhões).

Já as despesas com presentes cresceram 19,4%, chegando a 8 bilhões de euros (R$ 42,8 bilhões), enquanto os gastos com viagens aumentaram 13,9%, para 11,5 bilhões de euros (R$ 61,5 bilhões).

Por fim, as despesas com restaurantes no período natalino subiram 14,3%, para 400 milhões de euros (R$ 2,1 bilhões). (ANSA)

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Ou use