/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Prejuízo por fraudes em e-commerce sobe 20% na Itália em 2023

Valor ultrapasou 137 milhões de euros

ROMA, 02 janeiro 2024, 16:24

Redação ANSA

ANSACheck

Polícia Postal divulgou relatório - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - Em 2023, os casos de fraudes online no setor de e-commerce aumentaram na Itália em relação ao ano anterior: foram 16.325 (+6%), enquanto as pessoas investigadas foram 3.571 (+2%).

O prejuízo superou a marca de 137 milhões (+20%). Os dados foram divulgados pela Polícia Postal.

Em relação às fraudes na web, também ao longo de 2023, houve um aumento significativo do fenômeno do falso comércio online (3.360 casos investigados, 188 pessoas denunciadas, e 109,5 milhões de euros em lucros ilícitos).

Também aumentou o número de portais que oferecem programas especulativos, aparentemente lucrativos, e o uso de técnicas sofisticadas para contatar as vítimas.

O cyber crime financeiro também está se tornando cada vez mais lucrativo para organizações criminosas. Na Itália, em 2023, 65 grandes, médias e pequenas empresas foram atingidas, totalizando mais de 19 milhões de euros em lucros ilícitos, dos quais 6 milhões foram recuperados após a intervenção da Polícia Postal.

As investigações realizadas sobre crimes cometidos por meio do uso de técnicas como phishing, smishing e vishing (a aquisição ilícita de códigos, tokens virtuais e senhas por meio de chamadas de voz ou mensagens que parecem vir de bancos ou outras entidades) resultaram em 917 pessoas denunciadas.

No total, nas fraudes computacionais, foram tratados 10.606 casos (+15%), com mais de 40 milhões de euros subtraídos (+4%).   
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Ou use