Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Pogba é condenado a 4 anos de gancho por doping

Punição põe em dúvida o futuro da carreira do jogador de 30 anos

TURIM, 02 março 2024, 15:26

Redação ANSA

ANSACheck

Pogba praticamente não jogou desde que voltou à Juventus - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - O meio-campista da Juventus Paul Pogba foi condenado nesta quinta-feira (29) a quatro anos de suspensão por doping devido ao uso de testosterona.

A pena atende ao pedido da Procuradoria Antidoping da Itália e coloca em dúvida a continuidade da carreira do jogador francês, que completará 31 anos de idade no próximo dia 15 de março.

Suspenso preventivamente desde setembro, Pogba testou positivo para testosterona após a vitória da Juventus sobre a Udinese pela Série A em 20 de agosto de 2023, e uma contraprova realizada em outubro confirmou o resultado.

O meio-campista quase não entrou em campo desde seu retorno ao time bianconero, em julho de 2022, e sofreu com recorrentes lesões musculares na temporada passada.

A Velha Senhora pode inclusive rescindir o contrato do jogador, que é o mais bem pago do clube.

Em um comunicado, o campeão mundial de 2018 confirmou que vai recorrer da decisão do tribunal e garantiu que não consumiu nenhuma substância ilegal.

“Estou triste, chocado e com o coração partido. Tudo o que construí na minha carreira como jogador me foi tirado. Eu nunca tomei, consciente ou deliberadamente, qualquer suplemento que viole as regras antidoping", informou o francês. (ANSA)

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use

Último momento

404 Not Found

404 Not Found


nginx