Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

'Preferia cocaína a mim', diz cantora sobre ex-tenista Borg

Loredana Bertè foi casada com ex-atleta entre 1989 e 1993

ROMA, 02 abril 2024, 11:42

Redação ANSA

ANSACheck

Bertè e Borg tiveram um matrimônio muito conturbado no início dos anos 1990 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - A cantora italiana Loredana Bertè revelou que o ex-tenista sueco Bjorn Borg, ex-número 1 do mundo e pentacampeão de Wimbledon, preferia a cocaína do que ela durante seu casamento.

A artista e o ex-atleta escandinavo ficaram juntos entre 1989 e 1993, quando Borg já havia encerrado sua carreira. Ele deixou as quadras precocemente em 1983, quando tinha 26 anos.

"Ele preferia a cocaína do que a mim e isso não podia aceitar", revelou Bertè em uma entrevista à emissora Rai 2.

Apesar do vício em drogas do sueco, que era apelidado de "Iceborg" pela sua frieza dentro de quadra, Bertè afirmou que o relacionamento acabou em virtude das exigências sexuais do ex-parceiro.

"Estávamos na Flórida, quando voltei para o hotel o vi pegar o telefone e ligar para o serviço de quarto. Ele pediu duas prostitutas e elas chegaram todas vestidas de couro, com chicotes. Ele me disse que deveríamos avançar para outro nível. Então, eu perguntei: 'Fazer sexo com isso?'. Eu o agarrei, bati nele até ficar preto e azul e fui embora", comentou a italiana.

O matrimônio entre Bertè e Borg foi muito conturbado, tanto que o sueco foi condenado a pagar uma pensão US$ 20 mil no início dos anos 1990. Além disso, a italiana acusou o ex-tenista de destruir sua carreira.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Ou use

Último momento

404 Not Found

404 Not Found


nginx