/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Bolsonaro foi internado em hospital na Flórida

Hospitalização ocorre um dia depois de destruição em Brasília

SÃO PAULO, 09 janeiro 2023, 16:39

Redação ANSA

ANSACheck

Bolsonaro teria sido internado mais uma vez © ANSA/EPA

(ANSA) - O ex-presidente Jair Bolsonaro foi internado no hospital AdventHealth Celebration, em Orlando, na Flórida, nos Estados Unidos, nesta segunda-feira (9) por "fortes dores abdominais", informa o colunista Lauro Jardim do jornal "O Globo". 

Após a publicação, a esposa do político, Michelle, confirmou a hospitalização por problemas provocados pela facada sofrida em 2018.

Bolsonaro está nos EUA passando férias desde o fim de dezembro, sem ter feito o ritual de passar a faixa presidencial para seu sucessor, Luiz Inácio Lula da Silva.

A hospitalização do ex-mandatário ocorre um dia depois da invasão feita por seus apoiadores nos prédios do Congresso, Palácio do Planalto e Supremo Tribunal Federal (STF) na Praça dos Três Poderes, em Brasília. Os bolsonaristas deixaram uma grande destruição dentro dos edifícios, além de diversas peças e obras de arte terem sido roubadas.

Após Lula acusar Bolsonaro de insuflar o movimento golpista, já que até hoje não reconheceu formalmente sua derrota nas urnas em outubro, o ex-presidente usou suas redes sociais para criticar a destruição do patrimônio público.

Além disso, senadores já conseguiram assinaturas suficientes para a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar as responsabilidades dos atos golpistas que destruíram os prédios em Brasília.

Já nos EUA, deputados democratas pediram a extradição do político para o Brasil.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use