/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Deputado brasileiro protesta contra Bolsonaro na embaixada italiana

Farias entregou documento sobre caso de cidadania

SÃO PAULO, 03 fevereiro 2023, 17:11

Redação ANSA

ANSACheck

Possível cidadania italiana de Bolsonaro causa polêmica © ANSA/EPA

(ANSA) - O deputado Lindbergh Farias (PT) entrou em campo contra a possível cidadania do ex-presidente Jair Bolsonaro e fez um protesto em frente à Embaixada da Itália em Brasília.

O congressista filmou e publicou a ação em seu perfil no Facebook em tempo real. Nas imagens, Farias explica que entregou um documento à sede diplomática, pedindo que fosse protocolado, para ter informações sobre o estado dos procedimentos sobre o possível pedido de cidadania na Itália do ex-presidente.

Segundo fontes locais, a carta foi entregue aos carabineiros da Embaixada.

O deputado, ao longo de nove minutos de gravação, afirma que "Bolsonaro quer fugir para a Itália para não ser preso" e acrescenta que "ele não conseguirá porque será condenado pelo Tribunal Penal Internacional".

Farias ainda mostra o documento que quer entregar ao embaixador italiano, Francesco Azzarello, e quer saber em que ponto está o procedimento para o pedido de cidadania italiana do ex-presidente, lembrando que Bolsonaro "fugiu" para os Estados Unidos onde agora pede um visto de turista.

Conforme o deputado petista, Bolsonaro não conseguirá ir a lugar nenhum porque "será condenado pelo TPI em Haia por genocídio dos indígenas". Uma condenação que pode ser "muito dura" e que poderia deixá-lo "na prisão por muito tempo".

O congressista diz ainda que, por um motivo ou outro, seja "abuso antidemocrático", "corrupção" ou "genocídio, Bolsonaro será preso.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use