/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Xi é reeleito para inédito 3º mandato como presidente da China

É 1ª vez desde 1949 que um mandatário fica tanto tempo no cargo

PEQUIM, 10 março 2023, 10:08

Redação ANSA

ANSACheck

Xi Jinping ficará mais cinco anos no comando da China © ANSA/EPA

(ANSA) - O presidente da China, Xi Jinping, foi formalmente reeleito para um terceiro mandato nesta sexta-feira (10). É a primeira vez desde a Revolução Comunista de 1949 que um mandatário permanece tanto tempo no poder.

A "reeleição" veio após o Congresso Nacional do Povo, o ramo legislativo do Parlamento, conferir um novo mandato de cinco anos para Xi. A confirmação de que ele comandaria a China pela terceira vez já havia sido dada em outubro do ano passado, quando os políticos o reelegeram para a liderança do Partido Comunista durante o 20º Congresso Nacional da sigla governista.

Os delegados do Congresso votaram por unanimidade no atual mandatário, com 2.952 votos, repetindo o que havia sido realizado em 2018 - mesmo ano que os parlamentares derrubaram a proibição de um presidente ter mais de dois mandatos consecutivos.

O vice-premiê que estava saindo do cargo, Han Zheng, foi nomeado vice-presidente da República Popular. A sua escolha, no entanto, continua a deixar em aberto quem pode ser o sucessor de Xi, já que o político tem 69 anos.

Após a confirmação da permanência do atual presidente, o líder russo, Vladimir Putin, parabenizou seu homólogo chinês.

"Estou confiante que, trabalhando juntos, garantiremos um crescimento ainda maior da frutífera cooperação russo-chinesa em vários campos. Vamos reforçar as relações de cooperação global e de interação estratégica", disse ainda Putin conforme a agência estatal Tass.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use