/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Meloni recorda Falcone e Borsellino: 'Mártires na luta contra máfia'

Juízes italianos foram assassinados em atentados da Cosa Nostra

BRUXELAS, 18 julho 2023, 16:46

Redação ANSA

ANSACheck

Juízes antimáfia foram assassinados em ataque em 1992 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - A primeira-ministra da Itália, Giorgia Meloni, homenageou nesta terça-feira (18) os juízes Paolo Borsellino e Giovanni Falcone, vítimas da máfia Cosa Nostra.

Em discurso na sessão plenária da cúpula entre a União Europeia (UE) e a Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), a premiê enfatizou que os dois magistrados foram "mártires na luta contra a máfia" e o dia 19 de julho é uma data simbólica na Itália.

A declaração é dada na véspera do aniversário do assassinato do juiz italiano Paolo Borsellino e de mais cinco pessoas em uma atentado cometido pela máfia Cosa Nostra na via d'Amelio, em Palermo, no dia 19 de julho de 1992. O carro com explosivo foi acionado em frente à então residência do juiz, no momento em que ele estava retornando para o prédio.

Ao lado de Giovanni Falcone, também assassinado pela máfia dois meses antes, o juiz ficou conhecido por enfrentar os mafiosos de forma firme em julgamentos históricos.

"Foram dois mártires na luta contra a máfia e são também dois dos principais protagonistas a quem devemos muito do que sabemos na luta contra o crime organizado. Foram eles que nos ensinaram o quanto é importante combater a máfia, combater o crime organizado, também trabalhando fora das próprias fronteiras nacionais, com organizações criminosas cada vez mais poderosas e que já não diziam respeito apenas às nossas sociedades", declarou Meloni.

A premiê italiana explicou que "é por esta razão que há 23 anos a ONU, em Palermo, na cidade de Falcone e Borsellino, iniciou o que conhecemos como a convenção das Nações Unidas contra o crime organizado transnacional".

"Acredito que este é o outro fator fundamental de nossa cooperação, algo em que podemos continuar trabalhando juntos porque a Itália é reconhecida como uma das nações que possuem maior know-how, mas obtivemos os melhores resultados nesta cooperação com nossos parceiros da América Latina", concluiu.

Meloni irá para Palermo nesta quarta (19) para homenagear as vítimas do massacre da Via D'Amelio. Por volta das 8h45 (horário local), ela colocará uma coroa de louros na lápide em memória dos mortos no quartel Lungaro, na presença do ministro do Interior da Itália, Matteo Piantedosi, e do chefe de Polícia, Vittorio Pisani.

Na sequência, a líder italiana irá para o cemitério de Santa Maria di Gesù e para a Igreja de San Domenico, onde estão enterrados Borsellino e Falcone, respectivamente.

Já às 10h (horário local), Meloni presidirá o Comitê de Segurança e Ordem Pública da prefeitura, reunindo-se com a prefeita Maria Teresa Cucinotta e o procurador Maurizio De Lucia, em sinal de oposição à máfia. No entanto, ela não deve participar da tradicional procissão de velas, marcada para a noite de quarta.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use