Meloni e Erdogan discutem guerra em Israel à margem de COP28

Presidente da Itália está em Dubai para participar de cúpula

Meloni está em Dubai para COP28 (foto: ANSA)
Meloni está em Dubai para COP28 (foto: ANSA)

(ANSA) - A primeira-ministra da Itália, Giorgia Meloni, se reuniu nesta sexta-feira (1º), nos Emirados Árabes Unidos, com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, e fez um apelo por uma nova pausa humanitária na guerra entre Israel e o grupo fundamentalista islâmico Hamas.

Durante o encontro, que ocorreu à margem da 28ª edição da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a COP28, em andamento em Dubai, Meloni destacou o papel da Turquia para evitar a propagação do conflito na Faixa de Gaza e no resto da região.

Segundo nota do Palazzo Chigi, ambos os líderes discutiram os últimos desenvolvimentos da crise em Gaza e reafirmaram o desejo de contribuir para a segurança e a estabilidade nesta fase difícil, além de falarem sobre a importância de iniciar um trabalho para uma solução política.

Já o governo turco informou que Erdogan disse que "é essencial tomar medidas eficazes para deter Israel de forma a pôr fim às matanças" em Gaza.

Conforme relatado por Ancara, o líder turco também reforçou a importância da "estreita cooperação com a Itália" para alcançar a fundação de um Estado palestino soberano, baseado nas fronteiras de 1967.

Durante o encontro, Meloni e Erdogan também discutiram questões relativas à indústria de Defesa, o processo de adesão da Turquia à União Europeia e a atualização da união aduaneira entre Ancara e Bruxelas.

Israel 

À margem da COP28, a premiê da Itália também se reuniu com o presidente israelense, Izaak Herzog, e voltou a dizer que seu país "está ao lado do povo de Israel.

Meloni expressou a total solidariedade do governo italiano após o novo ataque reivindicado pelo Hamas, no qual três cidadãos israelenses foram mortos em Jerusalém na última quinta-feira (1º), depois do fim da pausa humanitária em Gaza.

"A Itália apoia o povo israelense neste momento difícil e continua a trabalhar por uma paz duradoura", acrescentou.

De acordo com o governo italiano, a premiê e o presidente de Israel concordaram em continuar a manter contato próximo sobre a crise em curso.

"O compromisso humanitário da Itália com Gaza continua, também em coordenação com Israel, através do envio de médicos pediatras aos Emirados Árabes Unidos e da chegada do navio Vulcano a Al Arish", conclui a nota. (ANSA).