/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Primárias republicanas começam hoje com Trump favorito

Cáucus de Iowa abre o calendário de prévias do partido

SÃO PAULO, 15 janeiro 2024, 10:56

Redação ANSA

ANSACheck

Trump inicia primárias como favorito, mas envolvido em problemas com a Justiça © ANSA/EPA

(ANSA) - Começa oficialmente nesta segunda-feira (15) a corrida para escolher o candidato republicano a presidente dos Estados Unidos nas eleições de novembro.

A ex-governadora da Carolina do Sul Nikki Haley e o governador da Flórida, Ron DeSantis, desafiam o favorito Donald Trump, que tem vantagem confortável nas pesquisas e deve vencer com folga o cáucus de Iowa, que abre as primárias.

Apesar de ter pouco peso no número total de delegados no partido (40 de 2,4 mil), o estado tem importância simbólica por ser o primeiro a ir às urnas e por testar a força de todos os postulantes.

As médias das últimas pesquisas em Iowa colocam Trump com pouco mais de 50% dos votos, com mais de 30 pontos de vantagem sobre Haley, que tenta terminar pelo menos na frente de DeSantis para se firmar como principal concorrente do ex-presidente.

O cáucus deve ocorrer sob frio intenso, com temperaturas inferiores a 40ºC negativos em algumas áreas, o que pode reduzir a participação do eleitorado republicano. "Enfrentem o clima, saiam e salvem a América", afirmou Trump durante evento de campanha no domingo (14) em Indianola.

"Juntos vamos fazer história, mas vocês precisam aparecer", acrescentou mais tarde em um vídeo nas redes sociais.

Haley, por sua vez, disse que o "caos" acompanha o ex-presidente, em uma tentativa de convencer o eleitorado a apostar em uma novidade para enfrentar o democrata Joe Biden em novembro.

As pesquisas para o próximo estado das primárias, New Hampshire, são um pouco mais favoráveis à ex-governadora, que quer ganhar tração para chegar fortalecida à votação na Carolina do Sul, em 24 de fevereiro. (ANSA)

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use