Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Javier Milei pretende declarar Hamas como grupo terrorista

Após sua passagem por Israel, presidente argentino visitará Itália

TEL AVIV, 07 fevereiro 2024, 10:09

Redação ANSA

ANSACheck

Milei e Netanyahu se reuniram em Jerusalém © ANSA/EPA

(ANSA) - O presidente da Argentina, Javier Milei, anunciou nesta quarta-feira (7) ao primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, sua intenção de declarar o grupo fundamentalista islâmico Hamas como uma "organização terrorista".

A informação consta em um comunicado divulgado pelo gabinete do premiê israelense, o qual diz que Netanyahu definiu Milei como "um grande amigo do Estado judeu" durante um encontro em Jerusalém.

Além disso, ele agradeceu o argentino tanto por sua decisão relativa ao Hamas como "pela decisão de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel e transferir para lá a sua representação diplomática e embaixada".

A medida foi anunciada na última terça-feira (7), após a chegada do líder ultraliberal em solo israelense. A grande maioria dos países mantém suas embaixadas em Tel Aviv, uma vez que Jerusalém Oriental também é reivindicada como capital de um futuro Estado palestino.

No final da reunião de hoje, o premiê israelense ressaltou que "o maior desafio" em sua região, mas também na da Argentina, é o Irã.

"Agradecemos a cooperação entre nós nas áreas de segurança e diplomacia", acrescentou ele, que também analisou com Milei a cooperação econômica entre as nações.

Mais cedo, a imprensa local chegou a recordar que quatro dos reféns detidos pelo Hamas na Faixa de Gaza são também cidadãos argentinos - Yarden e Shir Bibas, com os seus filhoso Kfir, de um ano, e Ariel, de quatro - e que Milei já demonstrou um interesse pessoal ao escolher seu destino.

Após visitar Israel, Milei seguirá para Roma, onde se reunirá com o presidente da Itália, Sergio Mattarella, a primeira-ministra Giorgia Meloni e o papa Francisco.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use

Último momento

404 Not Found

404 Not Found


nginx