/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Câmara da Itália rejeita moção de desconfiança contra Salvini

Votação contra ministra do Turismo ocorrerá nesta quinta-feira

ROMA, 03 abril 2024, 16:51

Redação ANSA

ANSACheck

Câmara rejeita moção contra Salvini - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

(ANSA) - A Câmara dos Deputados da Itália rejeitou nesta quarta-feira (3) uma moção de desconfiança contra o vice-premiê e ministro dos Transportes, Matteo Salvini. O placar foi de 211 a 129.

Apoiado por outros parlamentares da oposição, Matteo Richetti, do partido Ação, apresentou a moção apontando uma recusa do também ex-premiê a condenar as ações do governo russo de Vladimir Putin.

O líder do partido Irmãos da Itália (FdI), Tommaso Foti, explicou que a manobra da base do governo – composta tanto pelo FdI quanto pela Liga, de Salvini – foi a de “proteger os ministros sem dar mais espaço às 'teses bastante infundadas' da oposição”.

Outra moção de desconfiança, contra a ministra do Turismo, Daniela Santanchè, será votada na manhã desta quinta (4). Ela já passou por um processo semelhante, em julho de 2023, e a moção acabou rejeitada.

Embora ela seja alvo de preocupação mesmo entre apoiadores do governo de Giorgia Meloni, os parlamentares de situação devem rejeitar a medida, contando que a situação deverá ser resolvida na Justiça e que a própria Meloni deverá decidir sobre manter ou não a ministra.

Santanchè já foi alvo de diversas investigações sobre suas atividades empresariais e possíveis crimes financeiros.

 
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use