[an error occurred while processing the directive] [an error occurred while processing the directive] [an error occurred while processing the directive] [an error occurred while processing the directive] [an error occurred while processing the directive] (none)
/ricerca/brasil/search.shtml?any=
Mostre menos

Se hai scelto di non accettare i cookie di profilazione e tracciamento, puoi aderire all’abbonamento "Consentless" a un costo molto accessibile, oppure scegliere un altro abbonamento per accedere ad ANSA.it.

Ti invitiamo a leggere le Condizioni Generali di Servizio, la Cookie Policy e l'Informativa Privacy.

Puoi leggere tutti i titoli di ANSA.it
e 10 contenuti ogni 30 giorni
a €16,99/anno

  • Servizio equivalente a quello accessibile prestando il consenso ai cookie di profilazione pubblicitaria e tracciamento
  • Durata annuale (senza rinnovo automatico)
  • Un pop-up ti avvertirà che hai raggiunto i contenuti consentiti in 30 giorni (potrai continuare a vedere tutti i titoli del sito, ma per aprire altri contenuti dovrai attendere il successivo periodo di 30 giorni)
  • Pubblicità presente ma non profilata o gestibile mediante il pannello delle preferenze
  • Iscrizione alle Newsletter tematiche curate dalle redazioni ANSA.


Per accedere senza limiti a tutti i contenuti di ANSA.it

Scegli il piano di abbonamento più adatto alle tue esigenze.

Governo Lula anuncia pacote de R$ 50,9 bilhões para RS

'Isso não termina aqui', garantiu o presidente

BRASÍLIA, 09 de maio de 2024, 15:02

Redação ANSA

ANSACheck

Lula assinou medidas provisórias que vão beneficiar famílias inscritas em programas sociais © ANSA/EPA

O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou nesta quinta-feira, em Brasília, ao lado dos chefes do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF), um pacote de R$ 50,9 bilhões para o Rio Grande do Sul, devastado por temporais que já deixaram mais de 100 mortos no estado.
    Lula assinou medidas provisórias que vão beneficiar famílias inscritas em programas sociais, produtores rurais, municípios e trabalhadores.
    "Isso não termina aqui. Eu tenho dito aos ministros que nós temos que nos preparar, porque a gente vai ver o tamanho dos problemas quando a água baixar e os rios voltarem à normalidade", disse o petista no Palácio do Planalto.
    O presidente também pediu esforços do Legislativo e do Judiciário para que atuem "como se fôssemos uma orquestra" para atender as pessoas "o mais rápido possível". Além disso, antecipou que o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, conversará com o governador Eduardo Leite para renegociar a dívida do Rio Grande do Sul com a União e garantir "tranquilidade" ao estado.
    Segundo Leite, a reconstrução pós-inundações deve custar pelo menos R$ 19 bilhões, enquanto o número de mortos na tragédia chega a 107.
    136 pessoas permanecem desaparecidas, mais de 232 mil indivíduos estão fora de casa, e 425 municípios registraram danos.
   

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © Copyright ANSA

Imperdíveis

Compartilhar

Veja também

Ou use