Casos de dengue no Brasil aumentam 40% entre julho e janeiro

Situação é delicada no DF, que soma 2 mortes em 2024

Ação contra disseminação da dengue em São Paulo (foto: ANSA)
Ação contra disseminação da dengue em São Paulo (foto: ANSA)

(ANSA) - O número de casos de dengue registrou aumento de quase 40% entre julho de 2023 e janeiro deste ano, com índice de 150 contágios por cada 100 mil habitantes, informou o Ministério da Saúde, que deve iniciar uma campanha de vacinação em fevereiro.

De julho a janeiro, o Brasil teve 305.190 casos prováveis da doença, com alta de 38,2% na comparação com o período entre julho de 2022 e janeiro de 2023.

Segundo o Ministério da Saúde, o aumento acontece devido às mudanças climáticas, que causam chuvas e calor acima da média, e à circulação da dengue tipo 3, da qual não se registrava novos casos havia 15 anos.

Somente nos primeiros 17 dias de janeiro foram reportados 55.859 possíveis infectados por dengue, sendo que as regiões mais afetadas são Centro-Oeste, Sul e Sudeste. A situação é grave no Distrito Federal, onde foram notificados 7.614 casos e duas mortes nos primeiros 13 dias de janeiro, com alta de 435% na comparação com igual período do ano passado, segundo dados da Secretaria de Saúde.

Outros 12 óbitos estão sendo investigados no Distrito Federal, onde o governo montou nove tendas sanitárias para fazer testes rápidos na população. (ANSA)